A 9 de Maio de 1945, o Exército Vermelho decretava o "Dia da Vitória"

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Assembleia Municipal dia 14 de Setembro de 2018

A coordenadora da CDU Campo Maior convida todos os campomaiorenses a participar na sessão ordinária da Assembleia de Municipal de Campo Maior. Dia 14 de Setembro de 2018 pelas 18:30 no Edifício dos Paços do Concelho.

ORDEM DE TRABALHOS

1) - Apreciação das informações do Senhor Presidente da Câmara, acerca da atividade do Município e da situação financeira do mesmo;

2) - Apreciação e votação da ata da sessão ordinárias do dia 20/06/2018;

3) - Ofício do Ministério da administração Interna informando do arranque de uma reforma gradualista que vem concretizar alargamento de competências municipais num vasto leque de áreas, até 2021, como o o consequente reforço financeiro;

4) - Carta da deputada municipal Anabela Carrilho informando da sua desistência na CPCJ de Campo Maior;

5) - Ofício do município de Campo Maior, remetendo cópia do parecer efectuado à Comissão de Coordenação da Região Alentejo, referente ao exercício de funções no conselho da administração da Empresa Municipal, onde em suma foi informado que não se encontra proibido de exercer funções (não remuneradas) no órgão executivo da empresa local, por parte do deputado municipal, Carlos Piedade;

6) - Ofício do Município de Campo Maior, remetendo cópia do Plano Intermunicipal para a igualdade 2018/2021, a fim de ser aprovado;

7) - Apreciação e votação do despacho (registo 11067) do senhor presidente da câmara, referente à autorização prévia no âmbito da lei dos compromissos e pagamentos em atraso (LCPA), à assunção de compromissos plurianuais pela câmara municipal - autorização para aquisição de financiamento SIG ARGIS e Plataforma SIGAA;

8) - Apreciação da informação da Secção de Aprovisionamento, referente à autorização prévia no âmbito da lei dos compromissos plurianuais e pagamentos em atraso (LCPA), à assunção de compromissos plurianuais pela câmara municipal, adjudicados entre Junho a Agosto de 2018, para conhecimento.

sábado, 1 de setembro de 2018

Apresentação do Programa da Festa do Avante 2018


O maior acontecimento político-cultural do país é na Quinta da Atalaia, nos dias 7, 8 e 9 de Setembro. Decorre num espaço mais alargado e acolhedor e reafirma as suas características de sempre.

Com um programa que faz dela o maior acontecimento político-cultural do país e um espaço mais alargado, melhorado e mais acolhedor, a Festa do Avante! deste ano continuará a afirmar as características inigualáveis de festa da cultura nas suas mais diversas manifestações, do convívio, da amizade, da camaradagem, da alegria, do trabalho, da juventude, da solidariedade, da fraternidade e da inclusividade. Uma Festa para todos – todos diferentes e todos iguais.

A conferência de imprensa de apresentação do programa integral da festa realizou-se hoje, às 17h, na Quinta da Atalaia, Amora, concelho do Seixal. Participaram Alexandre Araújo, membro do Secretariado do Comité Central, Rúben de Carvalho, membro do Comité Central, e membros da Direcção da Festa do Avante!, acompanhados na sala por alguns dos artistas que actuarão na festa, entre os quais: The Legendary Tigerman; Kalu, Gui e Kabeca dos Xutos & Pontapés; Vasco Pearce Azevedo e Jorge Alves; Rita Grácio; Carlos Barretto; Bizarra Locomotiva; Capitão Fausto; Couple Coffee; Manecas Costa; Micas Cabral; Juvenal Cabral; Teté Alhinho; Dead Combo; Janita Salomé; Vado Más Ki Ás; Sangre Ibérico; Dapunksportif; Navegante e Rui Júnior e Alentejanos da Damaia; Kumpania Algazarra; Paulo Bragança; Mário Franco Quinteto.

Na impossibilidade de transcrever a riqueza da informação recolhida num único artigo, optámos por alguns destaques e prometemos voltar a escrever em breve sobre a Festa do Avante! de 2018.

Espaço Central com nova e mais favorável localização
Fruto da reordenação do recinto da festa após a aquisição da Quinta do Cabo, este ano o Espaço Central apresenta-se como um projecto mais aberto, com nova localização, junto da entrada da Quinta do Cabo – com uma magnifica vista sobre a cidade de Lisboa, o rio Tejo e a Baía do Seixal – e promete surpreender, uma vez mais, os visitantes que procuram conhecer um pouco mais sobre o Partido que constrói a Festa do Avante!.

Duas imperdíveis exposições aí estarão patentes. No ano em que se assinala o bicentenário do nascimento de Karl Marx, a exposição «Capitalismo: a história não termina aqui. Socialismo é o futuro», aborda a necessidade da superação revolucionária do capitalismo – com a sua natureza exploradora, agressiva e predadora – e sua substituição pelo socialismo, como uma exigência de actualidade e de futuro.

A segunda exposição mergulha nas raízes tradicionais da cultura popular e traz-nos, pela mão do Centro Dramático de Évora (CENDREV), a mostra «Bonecos de Santo Aleixo. Maravilhosa criação do imaginário popular alentejano», cuja magia e arte encantam o público. Lembre-se que o património e as práticas culturais e artísticas que preservam, valorizam e afirmam as raízes culturais e os valores identitários constituem uma das razões principais porque o PCP realiza, desde 1976, a Festa do Avante!

Em ambas as exposições não faltarão as visitas guiadas e os debates, mas o CENDREV (Ana Meira, Isabel Bilou, José Russo, Victor Zambujo e Gil Salgueiro Nave, que garante também o acompanhamento musical) brinda-nos, entre 6ª feira e Domingo, com vários espectáculos com os simpáticos bonecos de madeira e cortiça.

O Espaço Central – junto do qual ocorrerá, uma vez mais, o acto de abertura da Festa do Avante!, na sexta-feira, dia 7, às 19 horas – integrará, no «coração político» da Festa, o espaço Adere ao PCP, onde os visitantes podem conversar e tomar a iniciativa de aderir ou colaborar com o Partido, reforçando-o.

Também a imprensa partidária (o jornal Avante! e a revista Militante) terá um espaço próprio, onde funcionará, mais uma vez, um dos prelos onde se imprimia, na clandestinidade, o órgão central do PCP – memória de tempos difíceis e de sacrifícios inteiramente justificados pela liberdade alcançada com a Revolução de Abril.

O CineAvante! 2018 é no Espaço Central
Um outro motivo para frequentar o Espaço Central passa pela possibilidade de aí assistir aos documentários, curtas e longas-metragens, filmes de ficção e animação que integram o CineAvante! 2018. A cinematografia lusófona está bem representada, com A fábrica de nada, de Pedro Pinho; Colo, de Teresa Villaverde; Luz Obscura, de Susana de Sousa Dias; Tarrafal: dez pancadas no carril, de João Paradela; Farpões Baldios, de Marta Mateus; O caso J., de José Filipe Costa; e Russa, de João Salaviza e Ricardo Alves Jr.; mas o espectador também poderá ver O jovem Karl Marx, de Raoul Peck.

Já estrangeiros são os autores das curtas metragens de animação que serão projectados de manhã, no sábado e no domingo, para gáudio da pequenada: são as sessões Monstrinha 01 e Monstrinha 02 e trazem-nos animação da Bulgária, Reino Unido, Croácia, Hungria, Alemanha, Bélgica, Suiça, Rússia, Estónia, Geórgia, Dinamarca e França. Quem diz que o mundo não cabe numa sala de projecção?

Café da Amizade e a Loja da Festa
Aproveite a Loja da Festa, onde pode adquirir diversas lembranças, como t-shirts, pins, CD e DVD, entre outros materiais únicos, e se o cansaço ou o calor apertarem, aprecie uma agradável esplanada no Café da Amizade, onde não faltam cocktails especiais e um serviço de bar variado, para recuperar as forças.

Apita o comboio… dentro da Festa!
Para o visitante que não quer perder pitada da Festa mas já não tem idade nem pernas para ir a todas… alegre-se, na edição deste ano, uma das novidades é o Comboio da Festa. Uma iniciativa da organização para facilitar a deslocação pelo recinto das pessoas com maiores dificuldades de mobilidade e que responde aos anseios expressos, nas últimas edições, pelos visitantes mais idosos, face ao alargamento do recinto da Festa e à vontade de fruirem da diversificada oferta cultural disponível, apesar das suas limitações físicas.

O percurso do comboio funcionará em molde de vaivém, entre dois pontos distantes entre si no recinto: a área do lago, próximo a um Parque de Merendas e ao Espaço Ciência, e o Espaço Internacional, não muito longe da entrada da Quinta da Princesa. Durante o percurso o comboio pára junto à entrada da Quinta do Cabo, frente ao Espaço Central, ao pé do Espaço Criança e junto aos pavilhões de Lisboa e do Alentejo.

Finalmente, vai conseguir ver tudo da Festa sem perder o fôlego...

A Festa das crianças
Desde a conquista da Quinta do Cabo que o Espaço Criança tem mais espaço e diversão. A par dos insufláveis, do carrossel e do baloiço gigante, o programa da 42.ª edição oferece sessões de yoga, jogos de água, circo da matemática, uma aula de slackline e ateliês de origami, barro e de instrumentos musicais, entre outras actividades.

Fora deste, a programação infantil acontece também no Espaço Ciência, no CineAvante!, na Feira do Livro e, entre outros, nos palcos do Avanteatro, com o Teatro de Marionetas de Mandrágua, no sábado, e do Auditório 1.º de Maio, que no mesmo dia acolhe um concerto para bebés.

A pensar na logística a que obrigam os mais pequenos, tanto o Espaço Criança como os de Lisboa, Alentejo, Setúbal e Porto terão um Espaço Bebé equipado com micro-ondas e fraldário.

Artes Plásticas com três exposições
Tendo a icónica bienal da Festa do Avante! decorrido o ano passado, em 2018 o habitual espaço dedicado às artes plásticas, no pavilhão central, é preenchido com três prometedoras exposições: de medalhística, de pintura e de escultura, e de serigrafia.

Na «Colectiva de Pintura e Escultura», que ocupa a maior área de exposição, serão expostas obras dos artistas Acácio Malhador, Alfredo Luís, Ana Lima Neto, Ana Teixeira, Sérgio Vicente e Virgínia Fontes.

A exposição-instalação «Galdéria» é um projecto de arte e edição artística, com base na serigrafia, tem uma forte componente ilustrativa, e reúne de vários jovens artistas, com percursos diferenciados mas utilizando, como traço comum, a linguagem dos novos criadores.

A terceira exposição, «João Duarte, a excelência da medalha-objecto», permite ao visitante conhecer a obra medalhística do escultor , que em 2018 cumpre 40 anos de actividade artística. Com um longo percurso de fama mundial e diversas obras espalhadas pelos melhores museus do Mundo, o artista foi ainda galardoado com o Saltus, umas das mais importantes consagrações mundiais nesta arte.

Na banca do Espaço das Artes Plásticas poderá o visitante adquirir, além da medalha alusiva à Festa, da autoria de João Duarte, as obras de arte em exposição, serigrafias, peças de artesanato e diversos catálogos.

Espaço Ciência
O tema da edição deste ano – «O Homem e a Natureza: Cooperação e Conflito!» – vai permitir abordar questões de índole diversa, como sejam as causas dos fenómenos extremos (incêndios, sismos e furacões) e os impactos da acção humana sobre a Natureza e, em particular, os ecossistemas.

As questões políticas – relacionadas com sistemas socioeconómicos e com políticas públicas de ordenamento do território, de defesa do ambiente e de protecção civil – também marcarão presença num espaço em que as propostas do PCP estarão em destaque.

Como é habitual, a abordagem temática será desenvolvida de forma multidisciplinar, com recurso às ciências naturais, sociais e humanas. Por seu lado, o núcleo de Física do Instituto Superior Técnico continuará a ser uma presença importante na componente das experiências.

Localizado junto ao lago, na zona onde durante muitos anos esteve o Auditório 1.º de Maio, o Espaço Ciência abrigará exposições, experiências, uma zona dedicada às crianças, uma pequena sala de cinema e debates (dois no sábado, às 15h e às 17h30, e dois no domingo, às 14h30 e às 16h30).

Espaço Internacional
Procurando reforçar os laços de amizade e fraternidade, e tendo os valores da paz, da amizade, da solidariedade e da liberdade entre os povos como pano de fundo, o Espaço Internacional da Festa do Avante! pretende aprofundar o conhecimento da realidade internacional, contando para tal com a presença de dezenas de partidos comunistas e forças progressistas.

Num Espaço Internacional renovado, com mais espaço para o descanso e o lazer, e uma maior área de convívio e confraternização, haverá lugar para os habituais debates, nos quais as organizações presentes apresentam testemunhos, na primeira pessoa, das dificuldades que enfrentam, bem como das vitórias que alcançam, da resistência que organizam e das lutas que travam.

O Palco Solidariedade volta a apresentar dezenas de artistas, com estilos e percursos variados. Na sexta-feira, os CataVentos e o Movimiento Cumbiero de Liberación são duas das bandas que sobem ao palco; no sábado, apresentam-se, entre outros, os Hill's Union, Plantada e Rosa Mimosa y sus mariposas; no domingo, é a vez do Coletivo do Lado de Lá e Fast Eddie Nelson. Mas ainda há mais.

Festa do Livro e do Disco
Em ano de bicentenário do nascimento do autor, a obra de Karl Marx será seguramente um dos pontos de atracagem de muitos visitantes na Festa do Livro deste ano. Para além disso, a variedade da oferta de «clássicos» e de novidades, destinadas a leitores de mais variadas idades e interesses, fazem deste espaço uma paragem quase obrigatória.

Na Festa do Livro há lugar para múltiplas expressões literárias, da poesia ao teatro, do ensaio à literatura para a infância, e autores tão diversos como Álvaro Cunhal, Domingos Lobo, Maxim Gorki, Manuel Gusmão ou William Shakespeare.

Ao longo dos dias da Festa, haverá aqui espaço para conversas com autores, debates, apresentações e sessões de autógrafos. Não esquecer a presença de Luandino Vieira, Mia Couto e Ondjaki, entre outros. Na «Festinha do Livro», haverá oficinas com actividades para os mais pequenos, centradas em livros de contos infantis da autoria de Álvaro Cunhal.

Concerto «Em Louvor do Homem» no bicentenário de Karl Marx
Nas noites de sexta-feira, no primeiro dia da Festa do Avante!, o Palco 25 de Abril é ocupado pelo já tradicional concerto nocturno de música sinfónica, que este ano terá a sua 26.ª edição. Trata-se de um dos momentos magníficos da festa que durante três dias agita a Quinta da Atalaia, no Seixal, recebido por um público diversificado tanto do ponto de vista etário como do ponto de vista de gosto musical, mas que nessa noite conflui entusiasmadamente para escutá-lo.

O programa da noite sinfónica da Festa do Avante! deste ano assinala o II centenário do nascimento de Karl Marx com uma sucessão de obras que, dirigindo-se ao grande público, entretecem, nos seus vários elementos – desde o conteúdo programático, expresso no título, à forma como a música se integra na dinâmica mais viva do tempo em que é produzida, passando pelo texto, quando cantadas – um critério social que aproxima esfera artística e ideológica.

As peças e os compositores que irão ouvir-se serão, segundo o seu alinhamento, a Fanfarra para o Homem Comum, de Aaron Copland; a Suite de Danças Sinfónicas do musical West Side Story», de Leonard Bernstein; a Abertura de A Midsummer Night’s Dream, de Felix Mendelssohn, Francesca da Rimini – Fantasia sinfónica segundo Dante op. 32, de Piotr Tchaikovsky: e o 4.º andamento (Finale-Presto) da Sinfonia n.° 9 Coral op. 125, de Ludwig van Beethoven.

A interpretá-las estarão a Orquestra Sinfonietta de Lisboa e o Coro Sinfónico Lisboa Cantat, dirigidos, respectivamente, pelos Maestros Vasco Pearce de Azevedo e Jorge Carvalho Alves, com os solistas Carla Simões (soprano), Cátia Moreso (mezzo-soprano), Nuno de Araújo Pereira (barítono) e Pedro Rodrigues (tenor).

É na sexta-feira, dia 7, no Palco 25 de Abril, às 22 horas.

Abril Abril, 20 de Agosto 2018