A 9 de Maio de 1945, o Exército Vermelho decretava o "Dia da Vitória"

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Assembleia Municipal dia 20 de Novembro de 2017

A coordenadora da CDU Campo Maior convida todos os campomaiorenses a participar na sessão ordinária da Assembleia de Municipal de Campo Maior. Dia 20 de Novembro pelas 18:30 no salão dos paços do concelho

ORDEM DE TRABALHOS

1) - INFORMAÇÕES DO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA, ACERCA DA ATIVIDADE DO MUNICÍPIO E DA SITUAÇÃO FINANCEIRA.
Apreciação das informações em epígrafe.

2) - ATA DA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 07/09/2017.
Apreciação e votação da ata da sessão em epígrafe.

3) - REGIMENTO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL PARA O MANDATO 217/2021.
Apreciação da proposta de regimento em epígrafe.

4) - ELEIÇÃO DE MEMBROS PARA A ASSEMBLEIA INTERMUNICIPAL DA COMUNIDADE DO ALTO ALENTEJO.
Ofício da CIMAA solicitando a eleição dos membros da assembleia municipal.

5) - ELEIÇÃO DE UM PRESIDENTE DE JUNTA (E SEU SUBSTITUTO, TAMBÉM PRESIDENTE DE JUNTA) QUE EM REPRESENTAÇÃO DE TODAS AS JUNTAS DE FREGUESIA DESTE MUNICÍPIO, PARTICIPARÁ NO XXIII CONGRESSO DA ANMP.
E-mail da Associação Nacional de Municípios Portugueses solicitando a eleição de um presidente de junta para participação no Congresso em epígrafe.

6) - FIXAÇÃO PERCENTUAL DA TAXA DE DIREITO DE PASSAGEM PARA O ANO 2018.
Apreciação e votação da proposta do senhor presidente da câmara, referente ao assunto em epígrafe.

7) - PARTICIPAÇÃO VARIÁVEL NO IRS.
Apreciação e votação da proposta do senhor presidente da câmara, referente ao assunto em epígrafe.

8) - LANÇAMENTO DE DERRAMA PARA 2017.
Apreciação e votação da proposta do senhor presidente da câmara, referente ao assunto em epígrafe.

9) - SEGUROS DE ACIDENTES DOS MEMBROS DOS ÓRGÃOS AUTÁRQUICOS.
Apreciação e votação da proposta do senhor presidente da câmara, referente ao assunto em epígrafe.

10) - FIXAÇÃO DAS TAXAS RELATIVAS AO IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS PARA O ANO DE DOIS MIL E DEZOITO, BEM COMO REDUÇÃO DA TAXA DE IMI PARA O PRÉDIO DESTINADO A HABITAÇÃO PRÓPRIA OU PERMANENTE, EM FUNÇÃO DO NÚMERO DE DEPENDENTES QUE COMPÕE O AGREGADO FAMILIAR DO SUJEITO PASSIVO, DE ACORDO COM O ARTIGO 112-A DO CÓDIGO DO IMI.
Apreciação e votação da proposta do senhor presidente da câmara, referente ao assunto em epígrafe.

11) - AUTORIZAÇÃO PRÉVIA NO ÂMBITO DA LEI DOS COMPROMISSOS E PAGAMENTOS EM ATRASO (LCPA), À ASSUNÇÃO DE COMPROMISSO PLURIANUAIS PELA CÂMARA MUNICIPAL NO MÊS DE DEZEMBRO DE 2017 - PARA CONHECIMENTO.
Apreciação da informação com o registo 8904, referente ao assunto em epígrafe, para conhecimento.

12) - AUTORIZAÇÃO GENÉRICA PARA ASSUNÇÃO DE COMPROMISSO PLURIANUAIS.
Apreciação e votação da proposta do senhor presidente da câmara, referente ao assunto em epígrafe.


13) - CADERNO DOS DOCUMENTOS PREVISIONAIS PARA 2018.
Apreciação do caderno dos documentos previsionais para o ano dois mil e dezoito.

14) - RELATÓRIO DE ANÁLISE ECONÓMICO - FINANCEIRA REPORTADO A JUNHO 2017.
Apreciação da informação do Dirigente de Grau 3 para área Financeira, referente ao assunto em epígrafe, para conhecimento.

15) - ENCERRAMENTO.

sábado, 4 de novembro de 2017

AOS MORTOS VIVOS DO TARRAFAL - José Carlos Ary dos Santos




AOS MORTOS VIVOS DO TARRAFAL

Ao cabo de Cabo Verde
dobrado o cabo da guerra
quando o mar sabia a sede
e o sangue sabia a terra
acabou por ser mais forte
a esperança perseguida
porque aconteceu a morte
sem que se acabasse a vida.
Ao cabo de Cabo Verde
no campo do Tarrafal
é que o futuro se ergue
verde-rubro Portugal
é que o passado se perde
na tumba colonial,
ao cabo de Cabo Verde
não morreu o ideal.
Entre o chicote e a malária
entre a fome e as bilioses
os mártires da classe operária
recuperam suas vozes.
E vêm dizer aqui
do cabo de Cabo Verde
que não morreram ali
porque a esperança não se perde.
Bento Gonçalves torneiro
ainda trabalhas o ferro
deste povo verdadeiro
sem a ferrugem do erro.
Caldeira de nome Alfredo
fervilham no teu caixão
contra o ódio e contra o medo
gérmens de trigo e de pão.
E tu também Araújo
e tu também Castelhano
e também cada marujo
que morreu a todo o pano.
Todos vivos! Todos nossos!
vinte trinta cem ou mil
nenhum de vós é só ossos
sois todos cravos de Abril!
No campo do Tarrafal
no sítio da frigideira
hasteava Portugal
a sua maior bandeira.
Bandeira feita em segredo
com as agulhas das dores
pois o tempo do degredo
mudava o sentido às cores:
o verde de Cabo Verde
o chão da reforma agrária
e o Sol vermelho esta sede
duma água proletária.
Do cabo de Cabo Verde
chegam tão vivos os mortos
que um monumento se ergue
para cama dos seus corpos.
Pois se o sono é como o vento
que motiva um golpe de asa
é a vida o monumento
dos que voltaram a casa.
José Carlos Ary dos Santos

(poema feito aquando da trasladação para Portugal dos restos mortais dos 32 resistentes assassinados no Tarrafal)

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Tomadas de posse nos órgãos locais de Campo Maior das autárquicas 2017


A coordenadora da CDU de Campo Maior convida todas e todos para as sessões de tomada de posse aos diferentes órgãos do poder local resultante das Eleições Autárquicas do passado dia 1 de Outubro de 2017.

A primeira ronda vai decorrer no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Campo Maior no próximo dia 13 de Outubro (Sexta). E será dada posse aos eleitos nas três assembleias de freguesia do concelho de campo Maior.

Às 15h00 será dada posse aos 9 elementos que constituem a Assembleia de Freguesia de Nossa Senhora da Expectação.

Às 16h00 será dada posse aos 7 elementos que constituem a Assembleia de Freguesia de Nossa Senhora da Graça dos Degolados.

Às 17h00 será dada posse aos 9 elementos que constituem a Assembleia de Freguesia de São João Baptista.


Dia 15 de Outubro (Domingo) terá lugar a segunda ronda de tomadas de posse dos restantes órgãos autárquicos de Campo Maior no Auditório do Centro Cultural de Campo Maior. Onde serão empossados os membros da Assembleia Municipal e os membros do executivo municipal. Numa sessão que terá início às 17h00.

Será dada posse aos 18 membros da Assembleia Municipal (15 eleitos mais os 3 presidentes de junta por inerência dos cargos).

Será igualmente dada posse aos 5 membros do executivo municipal.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Resultados da CDU nas Autárquicas de 2017 em Campo Maior

Foi no mais importante órgão do poder local democrático, que a CDU obteve a maior subida face às eleições autárquicas de 2013.

Em termos absolutos a subida foi de 1514 votos e em termos percentuais o acréscimo registado é de 33,93%.

Consolidando a CDU como a segunda força política em Campo Maior, e elegendo 7 dos 15 mandatos neste órgão. Passamos de apenas um elemento (não só na Assembleia Municipal como em todos os órgãos) para 7 na Assembleia Municipal de Campo Maior.


Para a eleição do executivo da Câmara Municipal de Campo Maior, obtivemos uma boa prestação, embora com aumentos diferentes dos da Assembleia Municipal.

Em termos absolutos aumentamos em 910 o número de votantes para a CDU, e em valores percentuais o crescimento foi de 20,57% face a 2013.

Neste órgão, elegemos 1 de 5 mandatos. De salientar que em 2013 não contávamos com nenhum eleito no executivo.


Na Assembleia de Freguesia de Nossa Senhora da Graça dos Degolados, a recuperação da CDU face a 2013 foi, também, muito importante e significativa.

O valor do acréscimo em termos absolutos foi de 129 votantes e termos percentuais de 30,27%. A segunda maior subida percentual nos diversos órgãos locais.

Nesta freguesia elegemos 2 dos 7 mandatos. Sendo a recuperação fundamental, uma vez que não contávamos com nenhum eleito nesta localidade que se encontra a alguma distância da sede do concelho.



Na Assembleia de Freguesia de São João Baptista, a recuperação em termos absolutos por parte da CDU foi de 449 votos e em termos percentuais de 21,57%. Passando de nenhum eleito para 3 nos 6 mandatos da assembleia.


Para a eleição da Assembleia de Freguesia de Nossa senhora da Expectação, a CDU viu aumentar os votos em 502 em valores absolutos e 26,35 em percentagem.

Neste órgão, à semelhança da outra assembleia urbana, elegemos 3 em 6 mandatos disponíveis, quando nas eleições anteriores não contávamos com nenhum representante.


Desde já saudar toda a população de Campo Maior, pelo voto de confiança dado à CDU, e a todos os seus membros e eleitos. Certos de que estamos à altura das responsabilidades que nos confiaram e de que cumpriremos com as propostas com que nos apresentamos a sufrágio. Não deixando de validar todas as que nos forem apresentadas e sejam benéficas para a população, porque o programa eleitoral não ficou encerrado nem se limita às ideias que ali se apresentaram.

Somos uma força construtiva e que não se restringe à tarefa de oposição por oposição, desejamos o melhor para todos os que fazem de Campo Maior a sua residência, local de estudo ou trabalho e o seu investimento profissional.

Contamos com a sua crítica, sugestão ou preocupação para construir uma vila onde seja aprazível viver, estudar e trabalhar, sem descuidar todos aqueles que nos visitam e que cada vez sejam mais a procurar Campo Maior pelos belos motivos de que tanto nos orgulhamos.

Se, com apenas um eleito em vários mandatos, colocamos questões que nenhuma outra força colocou no local certo (muitas delas sem qualquer seguimento por força da nossa minoria) com 16 eleitos colocaremos muitas mais que sejam benéficas para a generalidade da população. Contamos com todos, desde já, para tornar este campo ainda maior/melhor.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Programa e candidatos da CDU às Autárquicas 2017



Desenvolvimento Económico

Promoção da prática de agricultura biológica;
Promover e contribuir para a criação de associação representativa dos pequenos e médios agricultores do concelho;
Tudo fazer, dentro das competências do município, junto dos olivicultores, para a construção de um lagar de azeite;
Continuaremos a bater-nos pela conclusão do plano de rega da Barragem do Abrilongo;
Promover a revitalização do comércio local;
Promover e contribuir para a revitalização da associação de comerciantes do concelho;
Procurar criar as condições para a fixação de novas empresas no concelho;
Apoiar e contribuir para a manutenção e crescimento das empresas localizadas no concelho;
Exigir uma política e um programa nacional de desenvolvimento regional que reduza as disparidades entre regiões e aposte no desenvolvimento do Alentejo;
Expansão da rede WI-FI municipal para acesso a internet nos espaços públicos;
Rede de balcões do município, com centralização de serviços através de um atendimento personalizado e simplificado, na câmara e juntas de freguesia.
Portal do cidadão com informação dos serviços on-line, com a possibilidade de tramitação de toda a documentação e consulta de processos via internet;
Colocar à disposição das associações e instituições do concelho o gabinete de apoio e implementação de projectos e candidaturas a fundos comunitários.
Atribuição de um prémio de mérito a pessoas que se destaquem em diferente áreas ( inovação, empreendorismo, educação, saúde, solidariedade, associativismo) como forma de reconhecer campomaiorenses com valor;

Cultura e Educação

Apoio à realização das Festas do Povo em conjunto com a associação das Festas do Povo, quando e como o povo quiser;
Apoio e promoção das associações culturais do concelho;
Animação Cultural de Verão, criando um programa diversificado que abranja diversos espaços de interesse no concelho.
Promover o renascimento das festas e romarias tradicionais, assim como apoiar as que se mantêm;
Dinamização e articulação dos museus;
Criação de museu virtual com os bens patrimoniais do concelho;
Criação do Museu das Festas do Povo;
Dinamização cultural dos castelos de Campo Maior e Ouguela;
Criação da Escola de Música em parceria com a Banda 1º de Dezembro e outras instituições concelhias e regionais;
Fomento da leitura - dinamização da biblioteca municipal, aumentando e diversificando o espólio bibliográfico existente, assim como a disponibilização de obras em formato digital;
Realização anual da Feira do Livro;
Promoção de artistas locais – realização de encontros de estimulação artística (teatro, música, graffiti/mural);
Criação de um espaço para o desenvolvimento do artesanato e para sua exposição;
Apoio à realização de encontros de observação astronómica;
Reviver e dar a conhecer a história de Campo Maior, envolvendo a comunidade escolar e a população em geral;
Realização, em parceria com os agentes económicos locais, de eventos culturais que promovam a música, a poesia, o teatro, a gastronomia e produtos locais.

Juventude e Desporto

Inovação da Semana da Juventude, com a realização de eventos desportivos, demonstrações de diferentes temáticas e debates sobre problemas que afectem a juventude e a sociedade;
Criação da Casa da Juventude – espaço de encontro, estudo, música e colóquios, apoio a actividades e realização de workshops de várias temáticas;
Programas de Orientação e Ocupação de Tempos Livres, que visem ocupar os jovens durante as suas férias e não suprir necessidades do município;
Apoio e incentivo ao arrendamento jovem;
Fomentar a prática de desportos náuticos;
Criação de ciclovia de acesso a vários pontos de interesse do concelho;
Respeitando a autonomia das Juntas de Freguesia e as suas competências, a Câmara não deixará de apoiar a reabilitação dos parques desportivos das mesmas e todas as iniciativas que forem lá desenvolvidas;
Melhoria das condições das piscinas descobertas;
Apoio e promoção das associações desportivas do concelho;
Realização de eventos desportivos de âmbito regional, nacional e internacional;
Estimular a utilização das piscinas cobertas pelas comunidade escolar.

Intervenção Social

Eliminar a precariedade nos serviços do município, promovida por recurso a programas ocupacionais ou à contratação de serviços a empresas de trabalho temporário, garantido que a uma necessidade permanente corresponda um posto de trabalho efectivo;
Parceria com várias instituições tendo em vista a melhoria das condições de oferta no lar, quer no edifício sede, quer no serviço a domicílio;
Incentivar, junto do poder central, a criação de uma unidade de cuidados na comunidade;
Tudo fazer, junto do poder regional e central, por forma a que horário do Centro de Saúde seja condizente com as reais necessidades da população;
Defender o Serviço Nacional de Saúde, universal, gratuito, de qualidade, assegurando o acesso a todos e valorizando os profissionais que nele trabalham;
Promover programas de combate ao isolamento de idosos;
Formação de uma equipa multidisciplinar (psicólogos, terapeuta da fala, fisioterapeuta, entre outros) para prestar apoio aos alunos do Agrupamento de Escolas;
Programa de vigilância pedagógica não repressivo, em várias temáticas como o alcoolismo, toxicodependência, circulação rodoviária, violência e segurança nos aglomerados populacionais do concelho;
Institucionalização de medidas de apoio a uma proximidade do cidadão à justiça com a criação dos Julgados de Paz;
Desenvolver uma política de Protecção Civil por forma a aproximar a população dos conhecimentos básicos de primeiros socorros e combate a incêndios.
Fazer um levantamento dos meios necessários para uma Protecção Civil efectiva e funcional.

Ambiente e Urbanismo

Reabilitação e reestruturação dos estaleiros municipais, armazém municipal e sua envolvente, por forma a garantir melhores condições de trabalho e segurança aos trabalhadores da autarquia.
Recuperação e melhoria das estradas e caminhos municipais;
Rever o plano de circulação e trânsito no concelho, facilitando a mobilidade, o tráfego e o estacionamento;
Eliminação de barreiras arquitectónicas no acesso a edifícios públicos e vias de circulação, tendo especialmente em conta os grupos de locomoção condicionada;
Criação de sistemas de protecção no paredão e contrafortes da barragem do Caia que impeçam o acesso dos transeuntes à zona de risco;
Promover a resolução da degradante situação em que se encontra o edifício da antiga moagem, assim como a sua envolvente;
Reabilitação paisagística da zona envolvente às muralhas do Castelo de Campo Maior;
Limpeza e higiene, que promovam a melhoria da salubridade dentro dos núcleos urbanos;
Sensibilização para a recolha selectiva dos resíduos, higiene e conservação dos espaços e vias públicas;
Estudo e melhoramento dos sistemas de recolha de lixo;
Retirada de antenas de televisão e elementos dissonantes da paisagem urbana da vila;
Beneficiação e conservação dos espelhos de água – Barragens do Caia e do Abrilongo;
Reabilitação da envolvente do Santuário de Nossa Senhora da Enxara – promovendo a melhoria ambiental, de higiene das infra-estruturas existentes.
Promover uma limpeza periódica e efectiva das margens do rio Xévora e estudar a viabilidade de aí ser criada uma praia fluvial, com todas as condições de salubridade e segurança;
Estudos para a implementação de programas de reabilitação urbana, com vista à recuperação de imóveis de forma sustentável e procurando uma melhoria no âmbito da sua certificação energética;
Promoção de habitação no centro histórico, elaborando parceria com o IPP no âmbito da reabilitação urbana e turismo.
Limpeza periódica das sarjetas.
Fortalecimento das relações e sinergias com as organizações ambientalistas;
Fomentar boas práticas ambientais de entidades públicas e privadas;
Incentivar o desenvolvimento da educação ambiental com um maior envolvimento da comunidade local;
Criação de campanhas de promoção da esterilização de animais domésticos e sensibilização para a adopção responsável de animais abandonados;

Turismo e Património

Apostar no turismo como grande potencialidade de crescimento e desenvolvimento, criando uma estratégia e programas de dinamização turística para o concelho e interligados com o distrito, o Alentejo e a Estremadura espanhola.
Concretizar a recuperação e reabilitação dos Castelos de Campo Maior e Ouguela;
Elaboração da carta arqueológica do concelho;
Criação de estruturas de apoio e conservação dos vestígios arqueológicos concelhios como o Povoado de Santa Vitória e a Vila Romana;
Recuperação do património rural e etnográfico de interesse municipal;
Apoio à Fábrica da Igreja na dinamização e manutenção do património religioso;
Criação de roteiros turísticos de dinamização do património, como a “Rota Sacra”, promovendo a visita às igrejas e altares, “Rota das Fontes”, Capela do Ossos.
Alteração do posto de turismo para uma localização privilegiada, de forma a responder aos interesses e necessidades dos visitantes.

CDU - TRABALHO - HONESTIDADE - COMPETÊNCIA