A 9 de Maio de 1945, o Exército Vermelho decretava o "Dia da Vitória"

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

António João Gonçalves - Candidato à Câmara Municipal de Campo Maior





Após a apresentação pública das listas no Centro Comunitário de Campo Maior, da oficialização das mesmas no Tribunal de Elvas dia 5 de Agosto.
 
Iniciou-se a 8 de Agosto uma longa série de reuniões de trabalho com várias Instituições, associações e colectividades do nosso concelho entre as quais: o Centro de Saúde de Campo Maior, a Paróquia, a Banda 1º.de Dezembro, a CURPI, o Núcleo da Liga dos Combatentes, o Despertar Alentejano, as Harmónicas, a Santa Casa da Misericórdia de Campo Maior, o GEDA, os Bombeiros Voluntários de Campo Maior, a Casa do Povo de Campo Maior, a Associação dos Trabalhadores do Município, o Rancho Folclórico, o Convento de Santo António, a Cooperativa de Habitação e o Centro de Dia de Degolados. Encontros que serviram para dar a conhecer os nossos candidatos e as linhas mestras do nosso programa, bem como sentir o pulso de todas essas forças vivas do nosso concelho. que, embora, com as muitas dificuldades que têm sentido, sobretudo de ordem financeira, muito têm contribuído para o desenvolvimento de Campo Maior e uma melhor qualidade de vida dos campomaiorenses.
 
Disponibilizando-se os candidatos da CDU, se forem eleitos como esperam, para colaborar na melhoria das condições de trabalho dentro das mesmas com o intuito que este se reflicta na população, através de uma estreita e eficaz parceria, de resolver os problemas com que se debatem.
 
Tivemos ainda oportunidade de visitar em plena laboração, a prestigiada fábrica de aperitivos Sanzé, onde o seu proprietário, amigo João Cachola, nos recebeu e guiou simpaticamente, pelas várias secções das suas instalações, o que muito nos sensibilizou.
 
Visita dos alunos da Escola Básica da Avenida
 
Momento alto da campanha foi a simpática e interessante visita, na passada Quarta Feira dia 25, à nossa sede de candidatura, duma turma de 26 alunos do ensino básico da Escola da Avenida, acompanhados da respectiva professora Lurdes Lopes, que foram colocar ao candidato da CDU à presidência da Câmara Municipal, várias perguntas relacionadas com a sua candidatura e actividade politico-partidária. O que nos deixou muito honrados e comovidos, ao constatar que as crianças, futuras senhoras e senhores, demonstram muito interesse pela mais nobre das tarefas que o ser humano pode desempenhar. A arte de servir o próximo.
 
 Foi na verdade um momento muito especial na nossa campanha eleitoral e que nós valorizámos muito, pela forma como estas crianças do nosso concelho, sabiamente conduzidas pela sua competente e dedicada mestra, abordaram tantos e tão diversificados temas sobre a vida do dia a dia dos Campomaiorenses e que soluções teremos para resolver as muita adversidades com que nos debatemos.
 
Merece, da nossa parte, uma reflexão, porque eles são os homens e as mulheres do futuro, do amanhã! Contamos com eles e eles também podem contar connosco, podem contar com a CDU!

 A campanha tem seguido tranquila, com respeito pelos eleitores do nosso concelho e também pelas outras forças politicas, distribuindo os nossos documentos e nomeadamente o nosso programa eleitoral e culminará no último dia de campanha com a distribuição dum comunicado à população, apelando ao voto na CDU, que é na verdade a força politica que mais tem defendido os interesses de quem trabalhou, trabalha, perdeu o emprego ou espera ingressar no mercado de trabalho.
 
Apesar da serenidade que tem pautado a nossa campanha, não deixamos de esclarecer o que tem sido, na nossa opinião, um mau desempenho dos executivos eleitos. Porque se comprometeram a aumentar a qualidade de vida à população, o que na realidade não tem acontecido, fruto sobretudo de políticas erradas e má gestão dos dinheiros públicos.
 
A Comissão Coordenadora Concelhia da CDU de Campo Maior

26 de Setembro de 2013

 

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Paula Campos - Mandatário da Candidatura da CDU Campo Maior

 
Mensagem de António de Paula Campos, mandatário da candidatura da CDU Campo Maior às Eleições Autárquicas de 2013.
 
Vão a sufrágio os três importantes órgãos do poder local democrático (sendo que as Assembleias de Freguesia são constituídas por três distintas).
 
Constituição completa da lista de candidatos da CDU Campo Maior.
 
Câmara Municipal:

. António Gonçalves
. José Leão
. Ana Cachapa
. Manuel da Rosa
. Liliana Pereira
. José Caldeirão
. José Favita

 
Assembleia Municipal:
 
. Paulo Ivo Almeida
. Joel Moriano
. Sandra Vitorino
. António Ceia
. Vítor Silva
. Ana Barata
. Luís Sabino
. António Vieira...
. Carla Carrajana
. Luís Ramalhete Gonçalves
. João Cordeiro
. Maria Silveira
. Francisco Chorão
. Elisa Cordeiro
. António Carixas
. Rui Vieira
. Maria Almeida
. António Estribio
. Marta Pinto Ângelo
. João Pinheiro
 
 
Assembleias de Freguesia:
 
Lista da CDU para a Assembleia de Freguesia N.ª S.ª da Graça dos Degolados

. João José Pinheiro
. Maria Miranda
. Liliana Pereira
. Rogério Martins
. Hugo Laço
. Manuela Afonso
. António Rodrigues
. António Pessoa
. Joel Moriano
. José Leão
 
Lista da CDU para Assembleia de Freguesia N.ª S.ª Expectação

. Sandra Rosa
. João Sachim
. Bruno Saragoça
. Damiana Saragoça
. Manuel Azinhais
. Fernando Sousa
. Jacinta Tiburcio
. Jorge Nini...
. Francisco Fitas...
. Ana Chorão
. Manuela Carreiras
. Luís Silva
 
Lista da CDU para Assembleia de Freguesia S. João Baptista

. Luís Torre Gonçalves
. Fátima Vitorino Pereira
. João Soutino
. Joaquim Teixeira
. Aldemira Negrita
. António Silveira
. Luís Gartagaté da Silva
. Maria Cachapa...
. João Domingos
. Catarina Pinto Ângelo
. Idaulina Rosa
. Francisco Chorão
 
CDU nas Autarquias - Trabalho - Honestidade - Competência

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

João Pinheiro - Candidato à Freguesia de Degolados




Falar da única freguesia rural de Campo Maior passa inevitavelmente pela abordagem à maior construção pública ali existente. A Barragem do Abrilongo.
 
Equipamento mandado construir sobre a Ribeira do Abrilongo pelo então Ministro da Agricultura do Partido Socialista Luís Capoulas Santos,terminado em 2000 a sua construção, sem que até à data tenha sido dele (investimento) retirado qualquer retorno.
 
Retorno esse bem mais complicado de executar, pois toda a obra se encontra numa ZPE (Zona de Protecção Especial).
 
Informação retirada do Diário da república:
 
"ANEXO XXIII

 Zona de Protecção Especial de Campo Maior

 (superfície: 9575,99 ha)

 Limites

 A área da Zona de Protecção Especial de Campo Maior é definida pelos seguintes limites: acompanha o curso da ribeira do Abrilongo desde que este inflecte para o interior de Portugal até se encontrar com o rio Xévora. Segue o curso do rio Xévora até ao caminho carreteiro que o atravessa a sul do monte de São Salvador, seguindo para sudoeste, confluindo ao CM 1113. Segue este caminho municipal e no encontro com o ribeiro do Vale dos Meiras toma o percurso do último para sul até ao ponto de maior aproximação com o CM 1116, a sul da Horta da Figueira. Continua pela EM 1116 até se cruzar com a EN 371, a partir da qual toma a direcção de sudoeste até chegar ao retiro, que fica na fronteira. Continua para noroeste pela fronteira até se encontrar novamente com a entrada da ribeira do Abrilongo em Portugal."
 
Para Degolados e as suas gentes foi ainda decretado o encerramento da sua Escola Básica (felizmente não encerrou) por José Sócrates. A CDU apresentou uma moção contra o seu encerramento, contributo decisivo para que os alunos degoladenses não sentisses necessidade de se descolar a Campo Maior. Da mesma forma que esteve na linha da frente da defesa do estado social.
 
Pretendemos dar continuidade à nossas política.
 
Dia 29 de Setembro VOTA CDU!

sábado, 21 de setembro de 2013

Paulo Ivo - Candidato à Assembleia Municipal de Campo Maior

 
É de conhecimento geral da população que o anterior executivo do Partido Socialista deixou uma situação financeira na autarquia gravíssima. A obra de construção do e exploração do complexo de piscinas cobertas de Campo Maior foi uma das mais pesadas heranças. A somar a todo o passado da autarquia gerida desde sempre pelo PS. Num município que caminhou sempre com atraso face aos concelhos vizinhos do distrito em matérias estruturais de desenvolvimento.
 
O eleito da CDU reconheceu, humildemente, a 30 de Abril de 2013, que tinha alguma dificuldade em avaliar o acórdão do Tribunal de Contas, uma vez que não é jurista nem economista, nem tem nenhuma estrutura nessas duas áreas em apoia-lo, pelo que se limitou a reforçar a posição assumida pela CDU no mandato anterior ao considerar essa grande e moderna estrutura desportiva, um negócio altamente ruinoso para Campo Maior e para os Campomaiorenses, pois se a autarquia não encontrar uma solução viável, como por exemplo, a sua venda, a sua manutenção e todos encargos inerentes tornam-se incomportáveis a curto prazo.
 
Disse igualmente que se as acusações feitas, se confirmarem em relação a irregularidades cometidas no mandato anterior neste processo, prevemos uma situação gravíssima relativamente a todos os envolvidos. Mas de momento não queremos julgar ninguém, preferindo aguardar resolução. E pronunciar mais tarde.
 
Tudo isto causado pela recusa de visto do Tribunal de Contas no processo de fiscalização prévia, da minuta de contrato de cessão de exploração do complexo de piscinas cobertas de Campo Maior, com promessa de transmissão da propriedade plena, a celebrar com a Campiscinas, pelo prazo de 30 anos e no valor de 8.675.000,00€ (oito milhões, seiscentos e setenta e cinco mil euros).
 
Numa Parceria com uma empresa privada em que a autarquia não conseguiu salvaguardar a maioria do capital público. Entregando 51% do mesmo à empresa construtora da obra e ficando com a minoria de 49%.
 
A juntar a todo este processo, foi a confusão do actual executivo que demorou demasiado tempo a dar explicações sobre o estado do processo. Aumentando desta forma as despesas e sem qualquer entrada de receitas para a autarquia.
 
Dia 29 de Setembro vamos dar nova vida e mais importância às pessoas em Campo Maior.
 
VOTA CDU

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Reunião Ordinária da CIMAA - 19 Setembro de 2013

António João Gonçalves - Membro da CIMAA
 
A CDU Campo Maior convida toda a população a participar na Reunião Plenária Ordinária da Assembleia Intermunicipal do Alto Alentejo dia 19 de Setembro de 2013 pelas 19:00 no Auditório do Pavilhão Multiusos de Sousel.
                              

Ordem de Trabalhos:


1 - Período antes da ordem do dia;

2 - Discussão e votação da ata da reunião ordinária de 3 de Maio de 2013;

3 - Apresentação das actividades desenvolvidas pela CIMAA, nos termos da alínea e) do artº.16º. dos seus estatutos;

4 - Revisão ao orçamento nº.2;

5 - Informação sobre as contas da AMNA (convertida em CIMAA) - de 2005 até ao momento da sua extinção.
 
É na CDU que os campomaiorenses podem confiar.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Resumo da Assembleia Municipal de 26 de Junho de 2013

 

 
 
Introdução:
 
Na penúltima Assembleia Municipal, realizada a 26 de Junho, deste controverso mandato, onde sobressaiu a azeda rivalidade entre os dois grupos parlamentares (PS e A Nossa Terra) afectos à mesma área politica, que em nada beneficiou o normal funcionamento deste importante órgão autárquico do nosso concelho e tão pouco ajudou o desenvolvimento da nossa terra e uma melhor qualidade de vida dos nossos conterrâneos.
 
Período antes da Ordem do dia:
 
 O eleito da CDU interviu no período Antes da Ordem do Dia, com o respeito e a serenidade que sempre o caracterizou, para realçar a iniciativa que a Comissão Concelhia de Campo Maior do Partido Comunista Português promoveu no passado dia 8 de Junho, para assinalar o Centenário do nascimento dessa grande figura politica, cultural e artística, que foi Álvaro Cunhal, tendo agradecido mais uma vez à Câmara Municipal a cedência do Centro Cultural e o respectivo "staf" para a realização deste evento e a presença e participação na exposição e no colóquio que se seguiu dos Senhores Presidente Ricardo Pinheiro, Vereador Sérgio Bicho, Deputado Municipal João Muacho e Presidente da Junta de Freguesia de Degolados Florival Cirilo.
 
Solicitou ainda ao Sr.Presidente da Câmara uma explicação sobre o desaparecimento da placa toponímica da Rua do Emigrante, em homenagem a esse grande humanista que foi Manuel dos Santos Tomé, que enquanto emigrante na cidade de Bruxelas na Bélgica, ajudava e orientava todos quantos lhe "batiam" à porta para os encaminhar numa nova etapa das suas vidas, o que era sem dúvida uma importante e altruísta participação cívica num projecto de vida de um qualquer cidadão da sua terra.
 
CDU nas Autarquias - Trabalho - Honestidade - Competência

sábado, 14 de setembro de 2013

Assembleia Municipal dia 16 de Setembro de 2013

António João Borrega Gonçalves - Eleito na Assembleia Municipal de Campo Maior.
 
A Coordenadora da CDU Campo Maior convida a todos a assistir e participar na Sessão Ordinária Pública da Assembleia Municipal de Campo Maior. A realizar no edifício dos Paços do Concelho dia 16 de Setembro de 2013 (Segunda) pelas 18h30.
 
Ordem de trabalhos:
 
1) Apreciação das informações do Sr. Presidente da Câmara Municipal à Assembleia Municipal da actividade do município e situação financeira.
 
2) Apreciação e votação das actas das sessões ordinárias de 30 de Abril e 26 de Junho de 2013.
 
Esta sessão para além de ter a particularidade em ser a última do actual mandato. É igualmente uma excelente oportunidade para a população participar na democracia e colocar todas as questões, propostas e alternativas aos eleitos não só na qualidade de membros do executivo, numa espécie de presta contas como fazer uma balanço dos anteriores mandatos (pois alguns dos intervenientes não fizeram parte de executivos anteriores como se candidatam às próximas) e questionar os candidatos sobre as questões que mais preocupam os campomaiorenses.
 
CDU nas Autarquias - Trabalho - Honestidade - Competência

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Debate entre candidatos à autarquia de Campo Maior na RCM e RE.


A Coordenadora da CDU Campo Maior tem o prazer de convidar todas e todos a ouvir o debate entre os candidatos à Câmara Municipal de Campo Maior dia 13 de Setembro de 2013 pelas 22:00.
 
O debate, que será transmitido pela Rádio Campo Maior e pela Rádio Elvas. Conta com a presença do candidato pela CDU Campo Maior, António João Borrega Gonçalves.

Rádio Elvas: 91.5 e 104.3 (FM) online
Rádio Campo Maior: 95.9 (FM) online

CDU nas Autarquis - Trabalho - Honestidade - Competência



terça-feira, 10 de setembro de 2013

Joel Moriano - 2º candidato à Assembleia Municipal de Campo Maior

 
 
A entrega da gestão da água pública à Aquamaior, S.A. em 2007 pelo anterior executivo de Partido Socialista foi lesiva para os bolsos dos campomaiorenses e um mau negócio para a autarquia. Por isso a  CDU Campo Maior votou contra essa proposta à data. dando preferência pela gestão pública da água e dos resíduos. Desde sempre.
 
Em Reunião de Assembleia Municipal de 25 de Fevereiro de 2010. A votação sobre o aumento do valor das tarifas da água foi votado da seguinte forma:
 
8 votos a favor pelos eleitos do PS;
8 abstenções pelo Movimento Independente a Nossa Terra Campo Maior (anterior executivo do PS;
1 voto contra da CDU.
 
Na reunião de dia  de Junho a CDU, foi, mais uma vez coerente ao votar contra ao adiamento ao contrato de concessão da exploração e gestão dos sistemas de distribuição de água para consumo público e recolha de efluentes do concelho de Campo Maior.
 
Dia de Fevereiro, a CDU votou contra as propostas de contrato de cedência de utilização de infraestruturas de origens subterrâneas, Aditamento ao contrato de cedência de infraestruturas, contrato de cedência das infraestruturas reservatório de Santa Vitória e Acordo de regularização entre este Município e a Águas do Norte Alentejano. E tudo isto para pagar uma dívida da Câmara Municipal de Campo Maior à empresa Águas do Norte Alentejano, no valor de 972.493,40 Euros, dívida essa que foi criada ao longo dos anos, incluído já este mandato.
 
Posição da CDU Campo Maior sobre a gestão da água em Campo Maior:
 
 
 
 
CDU nas autarquias - Trabalho - Honestidade - Competência

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Paulo Gonçalves - Apoiante da CDU Campo Maior


A saúde, como excelente indicador do quanto uma sociedade conseguiu progredir, em Campo Maior tem duas interpretações:
 
A praticada pelos anteriores executivos locais (PS), em sintonia com o poder central (PS, PSD e CDS).

Que decretou as sucessivas perdas de qualidade, redução de serviços, valências e horário de atendimento à população em geral. Face à aposta (até mesma na subscrição) nos cuidados de saúde privados. Que a maioria da população não tem acesso por carências económicas.
 
Onde quem ganha são os compradores e vendedores deste "serviço" sendo os utentes apenas, mais, um meio.
 
E a defendida / praticada pela CDU (PCP-PEV-ID), onde detém poder para além da sua promoção e defesa consegue colocar ao serviço da população o que de melhor o Serviço Nacional de Saúde proporciona.
 
O Centro de Saúde de Campo Maior que já funcionou permanentemente (24Horas), passou a encerrar à meia-noite, depois às 22:00 e desde o dia 1 de Novembro de 2011 que encerra às 20:00 durante a semana e às 14:00 aos Sábados Domingos e feriados!!

Desde esta data que a população de Ouguela ficou igualmente privada do seu já paupérrimo serviço de saúde de uma visita semanal!!
 
Não obstante estas reduções foram aumentadas as taxas moderadoras, reduzido o transporte de doentes e tornaram mais difícil o acesso a credenciais, exames complementares de diagnóstico e análises clínicas.

A CDU promove a defesa da Constituição da República Portuguesa, e sobre o tema da saúde o Artigo 64.º em particular.
 
Alguma da actividade da Coligação Democrática Unitária pode ser consultada aqui.