A 9 de Maio de 1945, o Exército Vermelho decretava o "Dia da Vitória"

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Juventude CDU em acção nas "Escadas Monumentais" em Coimbra


A CDU pintou, no passado dia 22 de Maio, Domingo uma inscrição mural ao longo da escadaria que dá acesso à Universidade de Coimbra, conhecida por todos como “escadas monumentais”. Numa acção no quadro da Juventude CDU, direccionada para os problemas dos estudantes do ensino superior, da pintura constam o fim das propinas e do Processo de Bolonha e a exigência de mais bolsas de estudo, culminando num apelo de que a luta por estas reivindicações se traduza no voto na CDU nas próximas eleições de dia 5.

Sobre isto quer a CDU esclarecer:

1.O exercício da Liberdade de Propaganda é regulado, para além da Constituição, pela Lei 97/88, com a alteração introduzida pela Lei 23/2000 de 23 de Agosto, que estabelece taxativamente os locais a ele vedados, não se enquadrando aquele lugar em nenhuma das previsões.

2.Acresce, para que quem conhece Coimbra sabe que aquele local – que nos anos 40 tomou o lugar da “escadaria do liceu”, aquando da “reconstrução” da Alta de Coimbra - tem sido, desde os anos 60 utilizado por diversas forças políticas, organizações juvenis, associações de estudantes, como palco para a expressão pelas mais diversas formas – incluindo a pintura mural – expressar o descontentamento e o protesto, enfrentando tantas vezes a repressão. Precisamente por esse facto se tornou emblema do contributo de resistência e de luta dado pelos estudantes para as lutas mais gerais em defesa da liberdade e da democracia, quer antes, quer depois do 25 de Abril.

3.O empolamento dado a esta acção de propaganda da CDU só pode ser lido como uma campanha que se destina a atingir a intervenção política da CDU e o que ela comporta de proposta alternativa ao rumo de desastre que está a ser imposto ao país.

4.A CDU reafirma, para lá deste episódio, o seu compromisso na luta por um ensino público, gratuito e de qualidade, pelo fim das propinas e no combate contra os cortes no financiamento do ensino superior, a gradação das condições de ensino e investigação, a falta de saídas profissionais para os milhares de estudantes que todos os anos terminam os seus cursos.

6 comentários:

Anónimo disse...

Vão-se foder sff, a CDU pintou as escadas monumentais, indo contra a lei e utilizando o dinheiro dos contribuintes. São uns porcos e ainda dizem que vos querem calar, se fosse comigo limpavam aquela merda à porrada. Só de pensar que sempre votei PCP na minha freguesia desde que sou votante até me enoja.

catarina pinto ângelo disse...

Naquelas escadas estava expostos alguns dos mais graves problemas para a juventude, mas também la estava a solução: Leva a luta até ao voto! Vota CDU! O importante a retirar desta iniciativa é que foi posta em prática um direito à muito garantido, o da liberdade de expressão e liberdade de propaganda! A tradição das escadas monumentais é serem pintadas, como o são à 40 anos por estudantes e partidos políticos! Sempre foram um espaço de reinvidicação, aliás de justas reinvidicações da juventude! E foi exactamente isso que aconteceu nesse domingo, foram pintados com tinta de água os problemas que levaram a já 11.000 estudantes tenham perdidio a bolsa e 12.000 a tenham visto diminuida! Deste modo, congratulo a inciativa da Juventude CDU e congratulo também o grandioso comício de dia 24, que realmente mostrou a força da CDU! Viva a CDU

Catarina Pinto Ângelo disse...

Não se deve falar sem conhecer! Para ver que não se foi contra a lei basta ir a Constituição à parte dos DLG e ver o artigo 37º. Depois combinando esse artigo com o DL 97/88, alterado pelo artigo 36/2003 lá encontra a permissão legal da pintura de murais! Se ainda não bastar faça uma pesquisa sobre pareceres e acordão do Tribunal Contitucional e do Tribunal da Relação de Coimbra! Nestes diplomas legais encontrará a legitimidade para o que foi feito! Se tiiver ainda duvidas pode falar comigo porque fui uma das que pintei a ditas escadas, e sou de coimbra, e a verdade é que desde menina sempre vi aquelas escadas pintadas, sendo simbolo de luta e reivindicações quer de estudantes quer de partidos politicos, desde 1947, o ano em que foram construidas! E gostava de saber se tem algum problema contra as reinvidicações que foram pintadas nessas escadas? Porque falar do que nao se sabe e ser ofensivo não é correcto!

Anónimo disse...

Cro anónimo, em primeiro lugar esse tipo de linguagem demonstra uma certa falta de educação e respeito. Como diz a outra: "quem não tem, não tem". Em segundo lugar que comentário cheio de mentiras, e se mentir é tão feio, pior ainda quando envolve terceiros. A CDU pintou o Mural dentro da legalidade. E com os seus próprios capitais ou verbas legalmente consagradas na lei. Tal como as outras forças partidárias (não pintam murais porque lhes falta capacidade de intervenção).
Ainda por cima o texto é ofensivo e de baixo nível. O recorrer à violência é a justiça dos fracos mentais. So fossem os comunistas a ter este tipo de discurso era bem pior, mas como o são outros, está tudo bem! já era assim antes do 25 de Abril com o Salazar e Caetano e agora com os Soares, Cavacos e outros tantos que sabemos. E nós cá estamos sempre de cara lavada!! Já agora votar PCP ou CDU é coisa que tú nunca fizes-te na vida! Porque isso é para poucos, entre eles pessoas com caracter e cidadãoes conscientes politicamente e tú não pertencs a nenhum desses grupos. Saudações revolucionárias. Viva ao PCP Viva à CDU e ao PEV.

Anónimo disse...

Parabéns Catarina pelo excelente trabalho na pintura do magnífico mural e pelos esclarecimentos que aqui deixas-te.

Paulo Gonçalves

Anónimo disse...

Felizmente que a Catarina de acordo com a linha de um verdadeiro democrata, respondeu com elevação e esclarecendo o baixo nível demostrado pelo anónimo das 7h33 e que com toda a certeza não tem nada a ver com a CDU e muito menos com o glorioso PCP. António Gonçalves