A 9 de Maio de 1945, o Exército Vermelho decretava o "Dia da Vitória"

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Resumo da Greve Geral no distrito de Portalegre

(Greve Geral/Portalegre entre os 72% e 90%.)
 
 
Greve: Saúde com 72 por cento de adesão no distrito
 
A Greve Geral está a ser cumprida em todos os concelhos do Norte Alentejano atingindo níveis de adesão superiores aos verificados na última greve geral realizada em Março deste ano.
 
De acordo com a União dos Sindicatos do Norte Alentejano, os números já disponíveis apontam para uma adesão na ordem dos 72% no distrito de Portalegre atingindo números muito significativos nos diferentes sectores de actividade: A saúde com 72 por cento, ensino 71 por cento, administração local 82 por cento, recolha e tratamento de resíduos 90 por cento, justiça 77 por cento e aeronáutica 38 por cento.
 
Em muitas empresas e serviços as taxas de adesão elevadas levaram ao seu encerramento.
 
Estabelecimentos de ensino : EBI/JI do Atalaião, Portalegre; Agrupamento de Escolas de Castelo de Vide; Secundária de Campo Maior; Escola BI dos Fortios, Escola Básica das Carreiras; EBI/JI da Boa Fé, Elvas; EBI/JI Alcáçovas, Elvas; EBI Cooperativa, de Campo Maior.
 
Recolha e tratamento de Lixo: Não houve recolha em: Alter, Avis, Castelo de Vide, Crato, Fronteira, Gavião, Nisa, Ponte Sôr.

Tribunais com forte adesão: Elvas – 77%; Nisa – 20%; Ponte de Sôr – 85%, Portalegre – comarca – 50%; Portalegre MP – 25%.

Fonte: Rádio Elvas


Greve geral/Portalegre:Saúde e recolha de lixo com maiores adesões - USNA (em atualização)

A greve geral convocada pela CGTP para esta quarta feira está a afetar sobretudo a saúde e a recolha de lixo no distrito de Portalegre, de acordo com os primeiros dados divulgados pela União de Sindicatos do Norte Alentejano (USNA).

Na saúde, registou-se uma adesão superior a 80 por cento dos enfermeiros e pessoal auxiliar e técnico no hospital de Portalegre, no turno da noite.
 
No hospital de Elvas os números disponíveis dizem apenas respeito ao pessoal auxiliar e técnico, com uma adesão na ordem dos 80 por cento.
 
Relativamente à recolha de lixo, também ainda não estão disponíveis os dados da maioria dos concelhos do Alto Alentejo, sabe-se apenas que nos em Castelo de Vide, Alter do Chão e Nisa a adesão à paralisação foi total.
 
Gabriel Nunes
 
 
 NOTA (Da DORPOR)
 
Secretariado da DORPOR do PCP, num breve balanço sobre a Greve Geral no distrito de Portalegre, apurou ter havido uma maior adesão face à Greve Geral de Março passado, nomeadamente nos sectores do ensino, serviços de justiça, autarquias, enfermeiros, médicos e outros serviços de saúde.
 
Considerando as graves dificuldades financeiras dos trabalhadores, mesmo que têm posto de trabalho e a necessidade de não perder sequer um dia, nunca no pós 25 de Abril/74 foi tão oneroso realizar uma Greve Geral. Contudo a adesão verificada revela o fortalecimento da consciência de que quanto mais tempo permanecer esta política de direita que arruína o País, pior. Por isso é urgente derrotar o Pacto de Agressão e os que se apoiam nele para destruir as conquistas de Abril.
 
O Secretariado da DORPOR do PCP saúda todos os trabalhadores em luta contra o retrocesso e, particularmente, aqueles que fizeram greve e vão ganhando consciência e a coragem necessária para defender os direitos, as liberdades e as garantias que foram conquistados com muitos sacrifícios ao longo de muitos anos e com muitas e grandes lutas.
 
O PCP reafirma que a luta vai continuar, exortando todos a participarem, já no dia 27 de Novembro, nas acções contra esta política de desastre pela reconquista de direitos já retirados aos trabalhadores e ao povo português.
 
O PCP reafirma que lutará em todas as frentes para derrotar esta política que agride os trabalhadores, as instituições e o povo como está patente na ofensiva contra direitos laborais, sociais, culturais e a ofensiva contra o poder local, particularmente através da tentativa de extinção de freguesias.
 
O Secretariado da DORPOR exorta todos os homens e mulheres que trabalham e vivem no Norte Alentejano a participarem activamente na luta em defesa do distrito de Portalegre e do Portugal de Abril.
 
 
Portalegre, 14 de Novembro de 2012
 
O Secretariado da DORPOR do PCP

Sem comentários: