A 9 de Maio de 1945, o Exército Vermelho decretava o "Dia da Vitória"

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Nota de Imprensa do Secretariado da DORPOR do PCP Sobre as Presidenciais


O Secretariado da Direcção da Organização Regional de Portalegre do PCP saúda todos os comunistas e todos os outros, homens e mulheres, que viram na candidatura de Francisco Lopes, a única com capacidade de dar expressão a um projecto capaz de dar resposta aos problemas e desafios com que o País está confrontado.

Estas eleições confirmaram a justeza e importância da decisão do PCP de apresentar a candidatura de Francisco Lopes. Uma candidatura com voz própria na informação, no debate e no esclarecimento sobre a situação do País, os responsáveis pela mesma e sobre a inadiável necessidade de ruptura com a política de direita e de uma mudança capaz de abrir caminho a um Portugal mais desenvolvido, justo e soberano.

A candidatura de Francisco Lopes foi a única que trouxe para o centro do debate questões fundamentais como a valorização dos trabalhadores e dos seus direitos, o tecido produtivo e a produção nacional, a dignificação de salários e reformas, a defesa do papel do Estado e dos serviços públicos, a efectiva garantia do direito à educação e à saúde, o combate à desertificação e ao abandono do interior do País, a exigência da subordinação do poder económico ao poder político, a afirmação da soberania e independência nacionais, a paz e a cooperação de Portugal com os outros povos.

A reeleição de Cavaco Silva (que no Distrito de Portalegre obtém uma das suas mais baixas votações) representa na situação que o País vive, não apenas a persistência dos problemas nacionais mas um salto no seu agravamento, uma ameaça acrescida ao regime democrático, aos valores e conquistas de Abril.

A votação obtida por Francisco Lopes no Distrito de Portalegre constitui uma inequívoca afirmação de combatividade e de exigência de uma profunda mudança no Norte Alentejano e na vida nacional. Um apoio que contará mais do que qualquer outro para a necessária e imprescindível continuação da luta contra as injustiças e o processo de declínio nacional para o qual PS, PSD e Cavaco Silva têm arrastado o País.

Uma luta que se vai intensificar para vencer o declínio nacional e as injustiças sociais, para construir um Portugal com futuro, uma sociedade mais justa e que, no imediato, prossegue com a Jornada de Luta e Protesto, promovida pela CGTP, com encontro marcado, já para a próxima 5ª feira, dia 27, em Portalegre.

Continuaremos e intensificaremos a luta com aqueles que em nós votaram mas também com muitos outros que, no futuro, se juntarão a nós! Avançamos com toda a confiança!


Portalegre, 24 de Janeiro de 2011


O Secretariado da DORPOR do PCP

Sem comentários: